Contato do representante
Recolha precisa de dados de unidade industrial:

Recolha precisa de dados de unidade industrial:

Dados válidos, consistentes e completos para uma otimização bem-sucedida da produção

A recolha cuidadosa de dados de unidade industrial é um requisito básico para uma gestão ideal. Apenas dados examinados de forma abrangente e precisa e, em seguida, comprimidos e arquivados de forma adequada, podem ser utilizados como base para medidas de otimização eficazes.

Os dados recolhidos devem ser válidos. Só deve ser possível que os dados cheguem ao sistema de forma inalterada. Informações temporais precisas, coordenadas e salvas ao longo do sistema, são tão essenciais quanto os cuidados relativos à compressão e ao arquivamento de dados.

Dados acessados diretamente por máquinas e sensores devem ser manuseados de acordo com regras padronizadas. Por exemplo em casos nos quais dados provenientes de ambientes de sistema diferentes devem ser processados em conjunto. Basta alguns carimbos de horário mal-interpretados ou unidades de medida mal-sincronizadas para tornar obsoletos processos de otimização criados com grande esforço.

Por isso, o ponto inicial de qualquer processo de otimização é garantir uma base de dados válida. Isso deve ser feito não apenas no começo, mas ao longo do processo e por muitos anos. Antes de começar a coleta de dados, deve estar claro que dados são necessários, em que formato eles devem estar presentes e como devem ser obtidos comprimidos e arquivados com uma qualidade consistentemente alta.

Exemplos de otimização com recolha de dados de unidades industriais:

 

  • Otimização de desempenho:
    Os parâmetros de ajuste que permitem configurar os equipamentos de forma ideal só são encontrados através de um processo lento e objetivo. Além de uma estratégia precisa, com um plano preciso a seguir, é necessária uma grande diversidade de dados. Deve ser possível arquivar esses dados por longos períodos, bem como reavaliá-los. Eles também devem ser adequados para diversas análises e considerações possíveis.

    É importante para os registros da unidade que os dados sejam acessados da maneira mais direta possível a partir das máquinas e sistemas. Isso deve ser possível em tempo real e com intervalos de tempo extremamente curtos, bem como informação temporal precisa. Os dados das máquinas individuais devem permanecer sempre claramente separados.

  • Garantia de qualidade:
    Quando e bob quais condições deve ser produzido um lote? Uma pergunta básica para a garantia de qualidade. Contudo, para a otimização orientada da qualidade na produção e distribuição de produtos e energia, são necessários dados muito mais detalhados. Os pontos fracos só são descobertos quando as interrelações e os desenvolvimentos podem ser visualizados em detalhes.

    Para que isso seja possível, uma grande quantidade de dados deve estar disponível rapidamente e ser arquivada por diversos anos de maneira que possa ser acessada de forma inalterada a qualquer momento.

  • Documentação de projeto:
    Para criar processos de automação de grande porte, é necessário muito tempo, know-how e energia. Contudo, a documentação muitas vezes consome uma grande parte do tempo disponível. Com a tecnologia e o software adequados, é possível criar documentações precisas de projetos, sem problemas e de maneira virtualmente automática.

    Um pré-requisito para isso é que todos os dados necessários sejam coletados automaticamente já durante o projeto e que todos os dados de máquina e de projeto sejam registrados adequadamente.

  • Gestão de energia:
    Cada vez mais empresas estão passando a adotar um sistema de gestão de energia de acordo com a ISO 50001. Dados sobre consumo de energia o mais abrangentes possível e experiências estruturadas em desenvolvimentos permitem a otimização do consumo, aquisição e desempenho energético, bem como a gestão econômica destes.

    A gestão de energia conforme a ISO 50001 exige o suporte de fato, através de processos automatizados para coleta e processamento de dados de unidade. O ideal é que os dados sejam registrados e processados automaticamente. Isso significa coleta objetiva de dados HMI, special módulos especiais de coleta de dados no SCADA, softwares especializados em avaliação de dados. É recomendada a utilização de sistemas e software com familiaridade e suporte em relação à ISO 50001.

A PDC é prioridade

A coleta de dados de unidade é uma prioridade máxima. No entanto, isso não quer dizer que a gerência precise se preocupar com a coleta de dados e o processamento de dados. Contudo, a qualidade desses dados influencia bastante as decisões tomadas pela gerência. Por isso, estipular e checar os requisitos de coleta de dados de unidade, bem como os critérios de qualidade, também é uma tarefa da gerência.